Bar Vip Club – Alhadas

Opinião pessoal que possa dar mais pormenorizada a cerca deste bar não fará sentido neste momento uma vez que mudou a gerência tentei regressar ao local como e normal nestes locais só e permitida a entrada a mulheres que vão trabalhar, e ainda assim que fiquem pelo menos uma semana (novas regras) peço para chamar nova gerência surge um senhor na casa dos 80 anos de bengala meio surdo, internet nunca ouviu falar, foram 5 minutos a gritar ao ouvido do velhote coitadinho, resumindo como não ia para trabalhar muito menos ficar lá uma semana não consegui entrar, fica para a próxima algo me diz esta gerência não ira permanecer muito tempo.

Assim que tiver novidades vou la investigar.

UMA MULHER NUM BAR DE ALTERNE

Pois e amigos já sabem que sou uma mulher muito curiosa e que adora o mundo do sexo.

Então estava aborrecida em casa sem nada para fazer e pensei porque não sair para beber um copo, vou a onde a um bar de pitas nada disso vou beber um copo a um bar de putas ali e que está o meu mundo mulheres boazonas, homens todos com algo em comum sexo simples e sem falsas aparências.

Uma mulher num Bar de Alterne

Lá pedi autorização para poder entrar, como sabem ou não mulher comum por norma na maioria dos bares de alterne não pode entrar por razões que para mim são lógicas, pode ser mulher de algum cliente, pode só ir cuscar quem la trabalha e frequenta ou espaço, por isso e um local reservado a profissionais.

Desta vez confesso que foi o local mais complicado que já tive para conseguir entrar cheguei a pensar que pela primeira vez na vida seria barrada num bar, parece que fui confundida com uma empregada de bar e que a vaga já estaria preenchida, pois eu de servir bebidas não percebo nada nem de beber que só bebo agua e cola só percebo mesmo de sexo lamento informar, lá tive de puxar dos galardões um bocado zangada apresentar me como profissional do sexo web cam girl e consegui entrar, mal entendidos a parte, só posso dizer bem do bar em si.

Um local discreto bonito com estacionamento, por dentro tudo muito novo, bem decorado e limpo. tinha duas salas uma para fumadores onde se encontrava a maioria, com bancos cadeiras sofás bonitos confortáveis, um bar , maquina de tabaco, palco com varão de strip. E outra sala para não fumadores com as mesma condições boa decoração bons wc enfim se tem ideia de um bar de alterne muito escuro cheio de veludos vermelho e preto a cheirar a mofo nada a ver um local muito agradável mesmo nada aquém dos grandes bares de Lisboa muito pelo contrario.

Após trocar algumas palavras com empregado do bar e uma trabalhadora do local, salta uma boazona para cima do balcão.

Ui o meu mundo parou e a baba devia começar a escorrer da minha cara, uma menina morena cabelo comprido liso comprido corpo elegante piercing no umbigo top e mini saia amarela a deixar sobressair um bronzeado típico desta altura do ano uns belissimos saltos agulha e começa o seu show sensual em cima do bar movimentos de suster a respiração de qualquer um, pendurando-se num gradeamento preso no tecto esvoaça sobre o bar em diversas acrobacia de deixar qualquer homem e mulher maluca, os movimentos sensuais continua enquanto flirta com alguns clientes até ao palco onde continua o seu show de strip tease associado a um excelente pole dance tive de me ir sentar para apreciar melhor que as minhas pernas já estavam bambas admiro muito mulheres que fazem pole dance acho lindo difícil e exigente não é para todas e num bar do interior realmente não era de esperar encontrar um show de strip aquele nível mais uma vez nada aquém das grandes casas de Lisboa.

Enfim o show acabou tive de limpar a minha baba e continuar a apreciar o bar, o movimento, meninas bonitas, apesar de sabermos o tipo de casa nada de grandes abuso um ambiente controlado animado, raparigas varias nacionalidades que não consegui identificar mas nenhuma portuguesa isso entristecesse mulheres portuguesas deiam o ar da vossa graça nada contra as outras mulheres para mim cona e cona seja qual for a nacionalidade mas o produto nacional e muito bom e gostava de ver mais Portuguesas nestas casas.

Entretanto sou abordada por um homem , pois se estou numa casa destas já era de esperar.

-Ola sou o X ( dois beijinhos da praxe) posso me sentar?
– Claro pode se sentar
( por questões lógicas coloco a minha mala ao meio com a desculpa de estar sempre a tirar cigarros perceptível)
De uma forma muito directa questiona me.
– Não tens ar de quem está aqui a trabalhar mas estás aqui tinha de te perguntar fazes sexo?
– Não
– 50€ chegam?
– Lamento não faço mesmo
– E se for por outro valor?
– Lamento não faço mesmo nem penses em valores porque não faço mesmo mas se me quiseres pagar um copo aceito.
– Pois eu vi logo pela tua aparência que não trabalhavas aqui mas estando aqui espero não te ter ofendido mas tinha mesmo que perguntar, isso dos copos não pago porque eu como 75% dos homens quando vem aqui vem para aquilo e para aquilo agora tar a pagar copos não! é  para ir e para ir.
– Pois não faço mesmo
– Bem tenho muita pena gostei de te conhecer ( dois beijinhos da praxe)

Comentários a isto meus amigos, não fiquei ofendida pelo convite nem levo a mal sabia onde estava e não só não me ofende como me faz sentir lisonjeada se calhar outras raparigas da casa não tinham ainda tido uma proposta daquelas naquela noite e gostariam de ter tido.

Mas não entendo porque que os homens vão a uma casa de alterne unicamente a procura de sexo? Para isso existem outro tipo de casas que oferecem exclusivamente sexo, uma casa de alterne um homem deveria ir para beber uns copos pagar uns copos e ter alguns momentos de convívio até porque apesar de algumas meninas que trabalham nesses bares fazerem convívio, também existem as que só fazem mesmo o alterne e a ideia é mesmo essa só fazer o alterne. então tenho dificuldade a entender a razão pela qual não querem pagar um copo até porque existem para todos os bolsos desde o sumo ao champanhe.

Meninos se não querem gastar dinheiro simples vão ao supermercado compram uma grade de minis vão para o bailarico vem umas meninas a dançar e com um bocado de sorte ainda se safam.

Bem eu já sou do tempo do dartacão e no meu tempo eu ia aos bares qualquer tipo do nada o empregado trazia me bebida e sinalizava quem tinha sido a oferta eu olhava se gostasse ia ter com a pessoa ou um simples sinal ele vinha ter comigo e dai desenrolava ou então olhava sorria e virava as costas se não me agradasse. Hoje em dia e ola 50 paus chega para federmos não da então xau. Assim a seco sem preliminares.

EU QUERO VOLTAR PARA O TEMPO DO DARTACÃO

Até porque vou confessar caso não saibam as mulheres nestes sítios pagam entrada mesmo as que estão a trabalhar pagam como qualquer homem e ainda pagam consumo, paga se literalmente para trabalhar imaginem vocês chegarem todos os dias ao vosso trabalho e dar dinheiro ao vosso patrão para poderem começar a trabalhar parece uma visão aterradora o lado que os clientes desconhecem e que leva a frustração e prejudica muitas meninas.

No meu caso particular como não estou acostumada a pagar em bares (sou uma dondoca estúpida de outros tempos) não tinha um cêntimo na carteira para pagar a entrada ou o consumo, por isso quando ele recusou a pagar me a cola confesso que senti um bocadinho de raiva a pensar fogo ainda fico a lavar a loiça ou pior, podia ter sido simpático e pagar a cola opa não sejam mauzinhos para as mulheres.

Tudo se resolveu bem o bar ofereceu me a entrada e a cola, um espaço muito bom recomendo, não vou dizer o nome mas quem quiser conhecer mande me mensagem privada que dou o nome e morada.

Beijinhos boas férias