Crónica ao livro: Ela Primeiro! do autor Afonso Noite Luar

Prometi quando o comecei a ler que se terminasse iria escrever a minha opinião sobre o livro.

É apenas a minha opinião pessoal que poderá não corresponder a dos leitores. Apenas o meu ponto de vista!

Como sabem está considerado um «Best Seller» seguindo o exemplo do outro livro do mesmo autor «Nada menos do que Tudo!».

O primeiro livro «Nada menos do que tudo ficou a meio não senti o livro ao ponto de me deixar envolver e devora lo, foi mais um livro para a estante, talvez tivesse expectativas elevadas. Tive duvidas se deveria ler o «Ela primeiro!» mas após desfolhar algumas páginas fiquei intrigada!

Senti uma diferença no tipo de escrita, e essa mudança fez com que fosse possivel viver a historia do livro, e é precisamente isso que procuro quando começo a ler qualquer livro, que a minha mente voe e consiga sentir o livro como se o estivesse a viver.

A historia em si acho demasiado ficticia o que me fez por vezes perder o interesse! A começar pela profissão «treinar homens para serem Afonsos»??!! Deve ser realmente um sonho um homem ganhar a vida e viver bem financeiramente a ensinar homens a conquistarem mulheres da mesma maneira que ele faz. Foda se temos garanhão!

Os famosos 100 mandamentos de Afonso, eu tenho porque tenho o primeiro livro onde são publicados, alguns concordo outros nem por isso mas de um modo geral não passam de uma belíssima «cantiga do bandido». Teoria principal a mulher necessita de um bom momento de sexo para se libertar e para isso servem os «Afonsos» para proporcionar a mulher momentos únicos num relacionamento temporário que não passa só pelo sexo em si mas por toda uma envolvência e conquista da mulher atrevo me a dizer «manipulação» de modo a proporcionar uma experiência tão profunda que as mulheres que passam pela vida dos «Afonsos» nunca deverão aceitar « Nada menos do que tudo»

Parece tão surreal e para mim uma cantiga do bandido tão básica que eu fico estupefacta por chegar a conclusão que aplicada na prática é capaz de  resultar e ai o livro leva me  da ficção ao real e a meio do livro digo:

– Foda se! Este gajo é muito inteligente ele consegue no livro chegar ás fantasias das mulheres até mesmo convence las que é de relações destas que necessitam e chega ao publico masculino porque querem ser como ele e aprendem com o livro e acreditam que tudo o que as mulheres precisam e de umas boas fodas libertadoras. Faço lhe  uma vénia de pé!

E um romance erótico tem um trama que envolve o leitor foi muito bem pensado e escrito, as partes eróticas, demasiados descritivas e extensas na minha mente não conseguia visualizar as posições com tanta «perna para a esquerda, perna para a direita e vira e revira» a meio da leitura o meu cérebro desiste de criar imagens porque já não sabe em que posição vai é o Kamasutra todo numa acção, e era de esperar afinal segundo os mandamentos de Afonso «nada menos que tudo».

As fantasias algumas cliché outras surpreendem  vou ver se arranjo um corajoso que queira recriar a fantasia do taxi. Resumindo a fantasia, o Afonso desafia a Inês na sua maior fantasia ela confidencia lhe foder num taxi ele suborna um taxista para poderem dar uma no taxi durante a viagem. Não me lembraria mas acho que os taxistas aceitam subornos e para mim será um Desafio!

A da secretaria foi a que me deixou mais a pensar: Seduz a secretaria, mais velha, casada e com filhos, da lhe uma valente foda única para a libertar e com isto melhorar o seu casamento!

Aqui a minha cabeça entra numa duvida em contexto real será que uma mulher numa situação destas após ter um momento de sexo brutal, trair o marido, não o volta a fazer e vai exigir mais do marido e realmente melhorar o seu casamento?

Ou irá ser atormentada com um sentimento de culpa, quase que não conseguirá encarar o marido acaba por confessar que o traiu, e por algo sem importância acaba com o seu casamento?

E este e o meu maior problema na leitura do livro, aquilo que escreve é tão básico a começar pelo titulo «Ela primeiro!» claro que a mulher tem de se vir primeiro caso contrario corre o risco de o homem depois de se vir acabar o momento, claro que a mulher deve ser valorizada, mas por ser básico torna se brilhante como e que nunca ninguém se tinha lembrado de escrever isto. É sem duvida um livro brilhante e irei ler os próximos. A minha duvida esta na importância que o leitor possa dar a este livro e a forma como o interpreta tendo como base as questões em cima colocadas o facto de já ser um Best Seller, ter os seguidores que têm!

Para os autores textos, livros são isso mesmo, historias, ficção, biografias. Para o leitor são reais mandamentos, historias que querem viver, fantasias por realizar e a corajosos e corajosas para os seguir. Quais serão as consequências!

E claro que quem escreve sobre homicídios, não tem culpa nem se preocupa se alguém os irá cometer!

E apenas a minha opinião um livro que me faz viver a historia e que me deixa a pensar como seria se!

Parabéns ao autor mais uma vez um livro muito bem escrito de forma inteligente mesmo brilhante cá ficarei a espera dos próximos!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *