Perdida para Foder

Nós mulheres também temos necessidades!

Esta semana confesso que estava mesmo a precisar de um daqueles orgasmos de me fazer trepar paredes. E sim, nós mulheres também temos necessidades! Então lá fui eu fazer 150 km para ir ter com o meu bonzão, mas com a pressa cumpri a velha máxima do «Sempre em frente». Conhecem?! Pois, distraí-me e, quando dei por mim, já tinha feito 400 km  e passado a léguas o destino.

 

Existem mulheres que se ofendem se dizem que são más condutores. E realmente a mulheres que conduzem melhor que os homens! Mas eu não pertenço a essa classe.
Sou péssima condutora, sim! Distraída, sem sentido de orientação, e acho que o gps está sempre errado.
Quando finalmente chego ao local, como sempre, caiu-me o queixo no chão. “Mas este cabrão está cada vez mais bonzão, não vale!” Passo-lhe a chave do carro para as mão e, assim que ele arranca, tiro o cinto de segurança, desaperto-lhe as calças e devoro-lhe aquele caralho, enquanto ele vai me masturbando sempre que pode.  Quando é ele ao volante, o meu carro parece o KITT que faz tudo sozinho, ele consegue conduzir, receber um broche e masturbar-me em simultâneo sem se enganar no caminho. Estão a ver como os homens conseguem fazer muita coisa ao mesmo tempo quando querem? Continuo a devorar-lhe aquele pau até se esporrar todo na minha boca! Mas não estava satisfeita e continuei a chupar enquanto me masturbava e quando já me estava a passar, disse:
– Sai da autoestrada, enfia-te ai num sitio qualquer e vamos foder!
Claro que seguiu a minha sugestão e parou no primeiro sitio que encontrou para dar mos uma!
Entre pinos e cambalhotas no carro lá nos esporramos os dois e voltamos preparamos nos para seguir viagem, e enquanto nos vestimos ele repara que estavam na casa atas a ver e chama me a atenção.
– Deixa la a seguir vem ca eles dar uma! Devem estar a pensar que nunca se tinham lembrado que aqui dava um bom spot. – respondi-lhe.
Nada melhor que uns bons orgasmos para abrir o apetite e já tinha passado a hora de jantar, por isso, parámos para comer alguma coisa apressadamente.
Confesso que estava longe de estar satisfeita sexualmente e só pensava no próximo momento de acção.
Quando chegámos ao quarto revirámos o Kamasutra! Estava tudo perfeito, menos a merda da cama que fez um barulho infernal e a mesa de cabeceira em que tudo caiu ao chão. Já vos aconteceu? A solução é foder no chão, contra a parede ou do jeito que der de modo a que a cama não abane e a intensidade da foda não reduza. O safado ainda aproveitou o meu estado de euforia para me cravar uma massagem daquelas body to body com um BIG HAPPY ENDING, mas até a mim me soube bem. E ao fim de horas de orgasmos, acabamos com um bom anal. Tinha de ser.
tuga2 2710
Lá fomos nos dormir apenas 3 horitas e mal.  No fim a viagem de volta e sempre o mesmo pensamento.
Ainda não foste e já sinto a tua falta!
TugaEris