Quando chega ao Fim!

Deve ser tipico do ser humano so darmos valor ao que temos quando perdemos!

Isto acontece em quase tudo na vida! Até naquilo que parece mais básico!

Eu tenho a certeza que sofro desse mal! E de muitos outros, mas hoje vou me focar nesse.

Morei numa casa em frente ao mar durante 18 anos!Perguntem me quantas vezes fui á praia? Respondo muito poucas! Era tão básico para mim olhar para o mar, era tão próximo que o julguei como um «dado adquirido» e simplesmente não o valorizei. Mudei para uma cidade grande e fumarenta, longe do mar, pois fartei de fazer praia nesses 16 anos amava praia e todo o raio de sol era desculpa para ir para a praia. Actualmente moro a 2 anos em frente a praia quantas vezes la fui meia dúzia, novamente um «dado adquirido». Provavelmente quando deixar de morar aqui vou sentir novamente falta do mar e voltar a fazer ferias na praia! Até lá faço o contrario de Verão passo ferias na cidade.

Parece estranho mas é assim que o ser humano funciona! No amor nos relacionamentos é igual quando achamos que a outra pessoa «come na nossa mão» cagamos literalmente, ja tá feita a conquista está ali de perna aberta e braços estendidos para tudo o que der e vier  e quando a outra pessoa faz puff, e quando arranja outra pessoa?

Ai caímos em nos e percebemos o que deitamos fora. Mas ai e tarde demais!

Muitas vezes situações irreversíveis! Estragam se relações de amor perfeitas!

Por orgulho e comodismo!

A vida não e difícil nós e que complicamos! Somos seres demasiado complexos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *